Crescimento Mundial do Mercado de Veículos Elétricos

06 de novembro de 2017

Em um mundo mais sustentável, não é nenhuma novidade que os veículos elétricos estão ajudando a gerar um futuro mais limpo e eficiente em termos energéticos. Cada vez mais, as grandes empresas se voltam para este mercado que evolui a cada dia. De olho neste mercado, cuja projeção de venda no Brasil para os próximos 5 anos é de 100.000 veículos. Europa, EUA e China são responsáveis por 90% da produção mundial e são onde o ponto de virada deve acontecer primeiro. Somente os chineses são responsáveis por 40% das vendas de veículos elétricos no mundo em 2016.


A fabricante Tesla foi a primeira a produzir veículos elétricos com acabamentos mais elegantes. Hoje ela não está mais sozinha neste mercado, em 2018 a Hitech Electric terá em seu portfólio, carros nesta mesma categoria, para clientes mais exigentes.


A sueca Volvo anunciou no início de julho que a partir de 2019, todos os seus carros serão veículos híbridos ou elétricos e a empresa não fabricará mais veículos com motores de combustão interna.


Em maio, a Mercedes-Benz iniciou a construção de uma nova planta de baterias para carros elétricos no valor de US$ 560 milhões no leste da Alemanha, representando apenas uma fração dos US$ 11 bilhões que o fabricante alemão orçou para desenvolvimento dos veículos elétricos nos próximos 5 anos.


O Wall Street Journal informa que “quase todos os fabricantes mundiais de veículos estão montando seus próprios carros elétricos, movidos pelos preços cada vez mais baixos das baterias, regras de emissões mais estritas e incentivos governamentais lucrativos para clientes”.


As notícias para os carros elétricos só melhoram. A França anunciou que em 2040, encerrará a venda de veículos com combustíveis fósseis. Um artigo do New York Times ressalta que, embora não seja um objetivo tão ambicioso como exposto pela Noruega e pela Índia, de acabar com as vendas até meados de 2030, o objetivo é claro: reduzir as emissões de poluentes e tornar-se menos dependentes dos combustíveis fósseis.

 

 

Mudança sem volta

Apesar dos desafios, praticamente já não há na indústria automobilística quem aposte contra os carros elétricos, principalmente no médio e longo prazo. Seja por questões legais por parte de países e cidades, seja por uma mudança estrutural na mentalidade dos consumidores, os veículos elétricos demoraram, mas, dessa vez, são eles quem em breve darão as cartas e serão líderes na indústria automotiva.


A sustentabilidade dos veículos elétricos passa também por reformular e garantir a produção sustentável e legal de seus insumos.

 

Pense nisso!

Faça sua pré-reserva e obtenha mais informações com nossos Consultores, Whatsapp (41) 99820-2002 ou vendas@hitech-e.com.br

Contribuir para um planeta mais sustentável é um dever de todos, junte-se a nós! Fale conosco

COMENTÁRIOS